Viver na Bélgica!

Introdução

Se adaptar a uma nova sociedade e encontrar o seu lugar apresenta muitos desafios. Após a sua chegada, você será confrontado a inúmeras mudanças e viverá, sem dúvidas, experiências inéditas.

Como todos os belgas, você será levado a seguir um conjunto de regras que organizam a nossa vida coletiva. Você também terá de enfrentar uma série de questões que são específicas para “recém-chegados” na sociedade: obrigações administrativas, domínio da língua francesa, acesso aos direitos sociais, a validação de competências profissionais adquiridas antes da sua chegada, etc.

Para este fim, tanto em Bruxelas quanto na Valônia, na maioria das vezes em parceria com associações e serviços públicos locais, iniciamos uma política de recepção para novos migrantes tendo como objetivo a plena participação deles na vida econômica, social e cultural de nossas regiões.

Encontrar o seu lugar na Bélgica pode levar algum tempo, especialmente se você não tiver boas informações, se você não tiver conhecimento dos seus direitos, obrigações e procedimentos que você deve seguir.

Com esta cartilha, “Viver na Bélgica”, nós queremos te transmitir uma série de informações básicas sobre o funcionamento da nossa sociedade que facilitará os seus primeiros passos. Esta cartilha também irá guiá-lo à lugares onde você poderá encontrar informações e orientações úteis.

Conscientes de que não responderá a todas as suas perguntas, estamos confiantes de que este guia vai trazer uma luz sobre o funcionamento da sociedade belga e esperamos que você o achará útil em seus primeiros passos. Desejamos-lhe uma boa leitura.

  • Fadila LAANAN

    Ministra da Cultura,do Audiovisual, da Saúde e da Igualdade de Oportunidades da Federação Valônia- Bruxelas

  • Eliane TILLIEUX

    Ministro Valônia da Saúde, da Ação Social e da Igualdade de oportunidades

  • Rudi VERVOORT

    Ministro, Membro do Colégio da Comissão da Comunidade Francesa (COCOF), responsável pela a Coesão Social

Impressão de documentos